Para que Serve o Suplemento Glutamina?

Publicidade

Saiba o que é, como administrar e para que serve a glutamina

Hoje em dia é grande o fluxo de pessoas frequentando as academias e isso se deve em grande parte pela ascensão das redes sociais, onde a prática de exercícios físicos intensos como a musculação virou um estilo de vida. É fácil encontrar uma conta fitness exibindo cardápios para conquistar um corpo trincado ou suplementos para aumentar os músculos e ajudar no metabolismo. Porém antes de cair de cabeça nessas dicas é importante procurar um nutricionista e ao optar pelos suplementos, usá-los corretamente e saber para o que servem. Dentre os inúmeros suplementos disponíveis no mercado, está a glutamina. Saiba o que é, como administrar e para que serve a glutamina.

Lista de suplementos sugeridos:

O que é a glutamina?

A glutamina trata-se de um aminoácido de extrema importância para o organismo, sendo produzida naturalmente pelo corpo humano e constituindo 60% dos músculos.

Essa substância beneficia o transporte de nitrogênio nos músculos favorecendo o aumento de massa magra e garantindo excelentes resultados para quem procura a hipertrofia, além de melhorar o processo de síntese de proteínas.

A glutamina também é responsável pelo bom funcionamento de órgãos como o coração, fígado, intestino, pulmões e rins.

Por que tomar a glutamina?

Apesar de ser produzida pelo corpo de forma natural, pessoas que praticam exercícios físicos intensos como a musculação utilizam uma grande quantidade de glutamina nos tecidos, logo, uma dosagem maior é necessária para que o metabolismo funcione da maneira ideal, evitando que após os treinos os praticantes desses tipos de exercícios se sintam indispostos, já que a substância ajuda na recuperação dos músculos.

Para que serve a glutamina?

A glutamina quando ingerida em doses extras na forma dos suplementos tem como objetivo aumentar a quantidade desse aminoácido no organismo, sendo importante para quem pratica exercícios físicos intensos, já que sua presença no organismo ajuda a reduzir a fadiga provocada por treinamentos longos e de grande intensidade, além de ajudar a equilibrar os hormônios, evitando o mau humor.

A ingestão de glutamina na forma de suplementos torna as células mais resistentes a pequenas lesões no tecido muscular causadas por atividades físicas intensas que podem interferir no equilíbrio do sistema imunológico. Esse aminoácido ainda ajuda no crescimento dos músculos, possui efeito anti-catabólico e ajuda a eliminar a amônia produzida durante a prática de exercícios.

A glutamina também possui diversos benefícios para o corpo humano que vão além dos oferecidos para quem pratica atividades físicas, já que é excelente para melhorar a memória, reduzir o surgimento de doenças degenerativas, melhorar o funcionamento do intestino, favorecer o sistema imunológico, controlar o nível de açúcar no sangue, além de ser um ótimo antioxidante para o organismo, evitando a oxidação dos tecidos.

A glutamina também é excelente para pacientes com câncer e portadores do vírus HIV. No caso de pacientes com câncer, a glutamina é utilizada em uma reposição no organismo, já que com a quimioterapia e os efeitos da doença, seus níveis são reduzidos. Nesse caso, a glutamina auxilia no tratamento ao câncer evitando que o paciente se sinta muito cansado, enjoado ou apresente diarréia.

Já para os portadores do vírus HIV, a glutamina é utilizada para que o organismo tenha uma melhora no sistema imunológico evitando o aparecimento de outras doenças.

Atenção ao uso da glutamina

A glutamina deve ser administrada em conjunto com uma alimentação saudável e completa, portanto, é imprescindível que um médico seja consultado para que ele possa prescrever a dieta ideal para você mesmo que você já saiba para que serve a glutamina.

Além disso, o consumo excessivo da glutamina pode ocasionar a diminuição da produção natural desse aminoácido pelo corpo, portanto a substância deve ser usada com consciência. A glutamina não é recomendada para pessoas que possuam problemas renais ou hepáticos, já que seu uso pode acarretar em uma piora.

Como administrar a glutamina?

A glutamina deve ser ingerida em uma quantidade entre 10 a 20 gramas diariamente para que seu efeito seja satisfatório. Você pode dividir a quantidade em pequenas porções pelo seu dia, tomando nos horários em que os resultados são intensificados.

A glutamina pode ser administrada logo pela manhã em jejum completo e seu uso irá intensificar o transporte de glicogênio para as células, com a porção ideal sendo de 5 gramas.

Ela também pode ser administrada meia hora antes da prática de exercícios físicos intensos em uma quantidade de 5 gramas e na refeição logo após o treino, na mesma quantidade, para que os músculos se recuperem mais rápido.

Para finalizar, a glutamina pode ser administrada durante a última refeição do seu dia, em uma quantidade de 5 gramas para auxiliar no crescimento dos músculos.

Preço e onde comprar a glutamina

A glutamina pode ser encontrada em lojas especializadas em suplementos alimentares e lojas de produtos naturais em cápsulas ou em pó. É importante que você verifique se o produto é verificado pela ANVISA, garantindo que seu uso seja seguro.

Seu preço varia dependendo da quantidade, mas pode ser encontrado à venda em porções menores por R$ 40.

Seguindo uma dieta balanceada, sabendo para que serve a glutamina e administrando-a corretamente, você poderá contar com diversos benefícios para o seu organismo.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!