Dieta de Cutting Pronta para Secar a Gordura!

Publicidade

Para os atletas de fisiculturismo, existem dois momentos muito importantes da preparação muscular. O primeiro deles, focado em aumentar o volume dos músculos, é chamado de bulking. O segundo, focado na redução da gordura corporal, é chamado de cutting.

Para cada um destes períodos há uma dieta específica. Neste artigo, apresentaremos uma dieta de cutting pronta para ser utilizada por qualquer pessoa que faça atividade física. Se tiver interesse em conhecer as dietas para aumento da massa muscular, leia também os artigos dieta para bulking e dieta de bulking limpo.

O que é a dieta de cutting?

Para ganharmos massa muscular, é preciso aumentar a ingestão calórica diária da alimentação. Neste processo, haverá um desenvolvimento da massa muscular, mas, inevitavelmente, haverá um aumento do percentual de gordura corporal. Quanto maior for o aumento deste percentual, mais difícil será o período de cutting.

Estaremos mostrando, neste artigo, uma dieta de cutting pronta para iniciar este processo de redução de gordura, evitando, ao máximo, a perda de massa muscular.

1. Não corte carboidratos, apenas reduza suas quantidades:

No artigo, dieta à base de proteínas, explicamos o que acontece quando seu corpo não recebe uma quantidade de carboidratos suficiente, forçando o metabolismo a utilizar a gordura como fonte de energia.

A questão é que, além de você prejudicar a intensidade de treino com a redução drástica dos carboidratos, o seu corpo também utilizará sua massa muscular como outra opção de energia.

O ideal é fazer uma dieta de cutting com baixa quantidade de carboidratos, evitando o catabolismo e também mantendo seu sistema imunológico saudável;

2. Coma frutas, verduras e legumes:

Ao ficar longos períodos sem receber vitaminas e minerais em quantidades suficientes, seu corpo ficará debilitado, prejudicando não só a sua saúde, como também dificultando a manutenção dos músculos e a oxidação das gorduras;

3. Evite a gordura saturada:

A dieta de cutting contém altos percentuais de proteínas e gorduras, devido à redução dos carboidratos. Para evitar um aumento das gorduras saturadas, consideradas ruins, procure fontes de proteínas como os cortes magros de carnes bovinas, suínas e de frango.

Acrescente também fontes saudáveis de gorduras, como os peixes e os óleos vegetais que são ricos em ômegas 3 e 6;

Plano alimentar na dieta de cutting pronta

Aqui estão algumas sugestões de refeições da dieta de cutting. Considerou-se que o treino será realizado no período da tarde:

· Café da manhã:

  • 1 omelete (feito com 2 ovos inteiros e 1 lata de atum);
  • 1 fatia de mamão;

· Lanche da manhã:

  • 2 fatias de queijo magro;
  • 1 fatia de melão;

· Almoço:

  • 1 prato de salada (folhas verdes, tomate, cebola) temperada com azeite;
  • 1 prato de legumes refogados (brócolis, couve-flor, cenoura);
  • 2 filés grandes de frango grelhado;

· Lanche da tarde e pré-treino:

  • 2 fatias de peito de peru;
  • 1 banana;

· Pós-treino:

  • 1 porção de suplemento de proteínas com baixo carboidrato;

· Jantar:

  • 1 prato de salada (folhas verdes, tomate, cebola) temperada com azeite;
  • 2 filés grandes de peixe grelhado;

· Ceia:

  • 1 pote de iogurte desnatado e sem açúcar;

Conclusão

A dieta de cutting pronta pode ser utilizada por qualquer pessoa que faça atividade física e que queira reduzir seu percentual de gordura corporal sem prejudicar a massa muscular.

Continue conosco nos próximos artigos e deixe aqui seus comentários ou dúvidas. Até mais.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!