Dietas Hipocalóricas Baratas, Simples e Balanceadas para Emagrecer

Publicidade

Descubra tudo sobre a dieta hipocalórica

A matemática do emagrecimento é simples: se você ingerir menos calorias do que a quantidade de calorias que você gastar, você emagrece; se você ingerir mais calorias do que gasta, você engorda. Por isso, quem deseja emagrecer normalmente se vê diante da necessidade de reduzir as calorias ingeridas por dia – esse tipo de dieta é conhecido como dieta hipocalórica. Assim, conheça tudo sobre esse tipo de dieta.

O que é a dieta hipocalórica?

Como o próprio nome revela a dieta hipocalórica é uma dieta com baixo consumo de calorias – normalmente cerca de 1200 calorias diárias. Nesses casos, a intenção é promover a perda de peso, já que o objetivo é gastar mais calorias e consumir menos.

Esse tipo de dieta normalmente é bastante restrito, com limitações de consumo de alimentos mais calóricos, como os que contêm açúcar, gordura e/ou carboidratos. Assim, prefere-se o consumo de verduras, legumes e frutas de baixa caloria.

Procure um profissional

Antes de começar a fazer qualquer dieta hipocalórica, entretanto, é fundamental que você procure um profissional, como um nutricionista, para que ele possa montar a melhor dieta para você.

Isso porque nem sempre as 1200 calorias serão o suficiente para o seu corpo ou te farão emagrecer, já que cada corpo possui um metabolismo diferente. Além disso, dependendo dos seus hábitos de vida você poderá consumir uma quantidade maior ou menor de calorias e por isso que a procura do profissional é importante.

Além disso, também será o profissional o responsável por montar um cardápio e, ainda mais importante, por acompanhar a sua evolução e como o seu corpo responde à dieta de maneira saudável e responsável.

Dieta hipocalórica não é sinônimo de passar fome

Um erro bastante comum que as pessoas cometem, principalmente quem tenta fazer essa dieta sozinho, é o de achar que baixo consumo de calorias significa passar fome – ou, ainda pior, não comer absolutamente nada.

Assim, para que a dieta hipocalórica não traga prejuízos para o organismo é indispensável manter níveis saudáveis de consumo dos nutrientes, sais minerais e vitaminas que o organismo necessita. Logo, esse tipo de dieta não faz com que você pare de comer e, sim, que você troque alimentos mais calóricos pelos de baixa caloria.

Faça trocas inteligentes

Mas como reduzir as calorias do cardápio sem passar fome? Simples: basta fazer trocas inteligentes e que fazem toda a diferença no resultado final. Assim, em vez de escolher um bife frito e com gordura prefira um peito de frango grelhado, que é muito mais saudável.

Os doces são substituídos por frutas, os alimentos com carboidrato, por suas versões integrais e os alimentos calóricos, por versões com baixa caloria, como os alimentos light.

Não se esqueça de beber água

Outro item que não deve ser esquecido ao seguir uma dieta hipocalórica – ou qualquer outra dieta – é o consumo de água, que deve atingir o nível mínimo de 2 litros diários. Isso garante que seu corpo esteja saudável e hidratado, além de fazer com que sua pele fique sempre bonita.

Além disso, o consumo correto de água ajuda na sensação de saciedade, especialmente antes das refeições. Assim, você come menos e se sente satisfeita do mesmo modo, conseguindo emagrecer.

Alie a dieta à prática de exercícios físicos

Voltando à matemática do emagrecimento, agora que você diminuiu a ingestão de calorias é hora de aumentar o seu gasto calórico e para isso você deve praticar atividades físicas, garantindo e acelerando os resultados da sua dieta.

Isso, entretanto, só pode ser feito se você procurar um profissional antes de começar a sua dieta, pois será o profissional o responsável por indicar as atividades físicas mais adequadas para você, além de montar um cardápio que supra todas as suas necessidades devidas ao esforço físico.

Riscos da dieta hipocalórica sem orientação

De maneira irresponsável, muitas pessoas ignoram os riscos da dieta hipocalórica quando feita sem nenhum tipo de orientação. Esses riscos incluem sensação de desânimo, cansaço, mau humor, tonturas e até mesmo desmaios, já que você não se alimenta de maneira correta e suficiente.

Em casos mais extremos, a dieta hipocalórica pode causar problemas no coração, falta de oxigenação no cérebro e até mesmo morte, especialmente se for aliada à prática indiscriminada de exercícios físicos. Por isso, se você quer emagrecer com saúde você deve procurar um profissional antes de começar esse tipo de dieta, pois somente assim você aproveitará todos os benefícios.

Dessa forma, a dieta hipocalórica é muito utilizada por quem deseja emagrecer já que reduz o consumo calórico. Apesar disso, deve ser feita com responsabilidade e, principalmente, com o acompanhamento de um profissional de saúde.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!