20 SUPER Receitas para Emagrecer Rápido, Fácil e Barato!

Publicidade

De todos os desejos que nós, mulheres, temos, além de sapatos, emagrecer é o mais desejado, e olha que a maioria nem pode ser chamada de gorda. Um pouco acima do peso? Talvez sim, afinal, somos brasileiras, e se colocarmos no papel, abundância em algumas partes do corpo e cintura fina, é uma marca registrada. Porém, quando o assunto é emagrecer, praticamente todas já experimentaram alguma dieta da moda, ou até as mais malucas.

POR ONDE COMEÇAR

Então, vamos ao assunto que mais interessa, “emagrecer“. Mas antes de começar qualquer dieta, algumas coisas precisam ser levadas a sério de verdade.

Nunca comece uma dieta sem antes consultar um médico e um nutricionista. O médico vai dizer, após alguns exames de rotina e clínicos, se você está apta para fazer uma dieta de emagrecimento.

Nunca tome inibidores de apetite sem conhecimento do seu médico.

Se for seguir um plano de emagrecimento em que existem restrições, tome cuidado. Geralmente, algumas dessas dietas malucas, ajudam realmente a perder peso, mas podem levar também a perda de massa muscular.

Ficar sem comer, não emagrece, apenas ajuda a adoecer, mexe significativamente com o humor e acaba com sua libido e disposição para o trabalho.

Não existe receita que ajude a emagrecer se você não fizer uma atividade física, além de reeducar sua alimentação.
Bem, seguidos esses passos. Vamos a alguns detalhes que podem ajudar você emagrecer, sem perder a sua saúde.

TRÊS GRANDES ALIADOS NO COMBATE À GORDURA

Sou contra dietas restritivas sem acompanhamento médico, pois elas retiram muitos nutrientes do organismo sem colocar outro que possa substitui-los em termos de fornecer tudo o que o corpo precisa. Porém, existe uma dica que vale ouro. Tenha sempre na mesa três tipos de alimentos:

  • Termogênicos – São os alimentos que por aumentarem a temperatura corporal, promoverá um aceleramento do metabolismo, provocando emagrecimento mesmo com o corpo em repouso. Alguns exemplos de alimentos termogênicos: chá verde, vinagre de maçã, água gelada, pimenta, canela, gengibre.
  • Fibras – São os alimentos que facilitam no processo de digestão, limpando o trato gastrointestinal, promovendo um trânsito livre dos alimentos principalmente no intestino, estimulando o funcionamento do mesmo e diminuindo o inchaço abdominal e a sensação de estufamento. Alguns exemplos de alimentos ricos em fibras: quinoa, linhaça, aveia, granola, laranja, mamão, lentilha.
  • Diuréticos – São os alimentos que ajudam no desaparecimento do inchaço provocado pela retenção de líquidos. Alguns exemplos de alimentos diuréticos: água, abacaxi, limão, aipo, pepino.
  • EXTRA: Claro que seu cardápio não vai se limitado a esses alimentos, mas são saudáveis que os incluam em seu cardápio e temperos.

O QUE DEVE SER EVITADO

Quando digo que deve ser evitado, não quero dizer para não consumir nunca mais, porém, só o faça se for necessário.

  • Gordura trans – é a gordura de origem vegetal transformada em gordura hidrogenada, encontrada principalmente em salgadinhos. como ela não é sintetizada pelo organismo, ela vira gordura, elevando os níveis de colesterol total e ruim.
  • Refrigerante – todas nós sabemos que é rico em calorias e açúcar, portanto, é gordura para o organismo
    Açúcar refinado – substitua sempre quem possível o açúcar refinado pelo mascavo, mel ou um adoçante indicado pelo seu médico.
  • Excesso de sal – é o mesmo que excesso de sódio, eleva a hipertensão arterial, podendo causar danos ao coração, além de reter líquidos.
  • Carboidrato ruim – Todo alimento que contém glúten, além de prejudicial ao organismo, podendo causar sérios danos a pessoas que sofrem com a doença celíaca e nem sabem. Mas no momento oportuno, ela pode se manifestar. Portanto, troque o carboidrato ruim pelo integral.

EMAGRECENDO COM SAÚDE

Consuma muita verdura e legumes, à vontade! Eles possuem nutrientes indispensáveis à saúde e bem estar.
Dê preferência a carnes brancas, porém não retire a vermelha do cardápio, apenas consuma a carne magra.

Frutas à vontade, sejam puras ou em suco.

Adote o arroz integral, assim como biscoitos e pães.

Não pule refeições. Pelo contrário, procure fazer seis refeições diárias, sendo que as intermediárias, devem ser apenas para dar maior sensação de saciedade, como uma fatia de pão integral com ricota temperada, ou um iogurte desnatado, ou barrinha de cereal.

Quanto mais colorido seu prato, mais saúde você estará ingerindo.

Adote uma disciplina com relação aos seus horários de alimentação. Isso fará com que seu organismo se acostume a receber alimentos sem mandar alarme de fome!

Durma cedo e acorde cedo. Acostume-se a tomar ao levantar, antes do banho ou café da manhã, um copo de água gelada, podendo até ser com limão, sem açúcar.

Nunca se alimente imediatamente antes de dormir. A última refeição deve ser feita pelo menos 2 horas antes de ir para cama.

Comece a fazer uma atividade física. Antes dela, você pode comer uma batata-doce pequena. Se preferir, consuma apenas a metade de uma grande antes dos exercícios e a outra metade para depois. A batata doce, fornece músculos.

Mas nunca malhe antes de dormir, pois isso deixará o sono agitado.

Nunca esqueça, ninguém precisa se matar de tanto malhar, nem morrer de fome para emagrecer. Adotar hábitos saudáveis e abandonar os nocivos já estimula o emagrecimento, sem te levar à compulsão. E um doce de vez em quando, não mata ninguém.

O que você achou das dicas? Tem dúvidas? Deixe um recado abaixo!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!