GUIA: Depilação Definitiva – O Que É? Tipos, Dicas, Dúvidas!

Publicidade

Saiba mais sobre a depilação definitiva

Para a maioria das mulheres estar com a depilação em dia é de extrema importância, seja para estar sempre pronta para usar aquela saia incrível ou ir para a praia num dia de calor. Enquanto umas reclamam dos pelos crescerem muito rápido, outras reclamam por possuírem em muita quantidade. Além disso, a hora da depilação nem sempre é um momento confortável, já que por mais opções que existam remover os pelos é um processo dolorido, sem contar os pelos encravados que possam aparecer. Para essas mulheres a depilação definitiva é a solução ideal já que irá reduzir a quantidade de pelos indesejáveis garantindo um resultado duradouro.

Leia também como depilar a virilha!

O QUE É A DEPILAÇÃO DEFINITIVA?

A maioria das mulheres se submete à depilação com cera, que além de dolorida, pode prejudicar a pele se for realizada consecutivamente. Com a depilação com cera ainda podem surgir os tão indesejados pelos encravados, incomodando e exigindo um cuidado extra após a depilação. A depilação definitiva é voltada para as mulheres que desejam se livrar dos pelos sem precisar ficar visitando um esteticista mensalmente, já que o foco do tratamento é reduzir a quantidade de pelos em até 90%.

Mas atenção, pois apesar do nome a depilação definitiva não remove completamente todos os pelos, já que o método apenas reduz gradativamente a quantidade de pelos, devendo ser feita uma manutenção a cada seis meses ou um ano para eliminar novos pelos que possam surgir.

TIPOS DE DEPILAÇÃO DEFINITIVA

A depilação definitiva pode ser feita através de dois métodos: depilação a laser ou fotodepilação. Cada método possui suas vantagens e desvantagens, portanto, somente você poderá escolher qual o ideal.

– DEPILAÇÃO A LASER

A depilação a laser é, sem dúvidas, a mais procurada quando se trata de depilação definitiva. Esse método, que deve ser feito por um profissional, consiste na utilização de um aparelho que emite um laser na pele enfraquecendo os pelos.

O processo se dá pela captação da energia do laser, em forma de luz, pelo pigmento responsável pela coloração do pelo, a melanina, presente em sua haste. Essa luz retarda a produção de novos pelos do folículo e destrói a maioria dos pelos existentes. Os que não são removidos passam a ter um crescimento mais lento e ficam com aparência mais clara e fina. Por isso, pessoas que possuem pelos mais grossos e escuros apresentam um resultado final melhor, já que a quantidade de melanina presente no pelo é maior.

O procedimento é um pouco dolorido, variando conforme a sensibilidade de cada pessoa, mas se o desconforto for muito grande podem ser utilizados anestésicos locais para sessões em áreas do corpo mais sensíveis, como o rosto. Após a aplicação do laser, é comum o local apresentar certa vermelhidão, mas o incômodo tende a sumir dentro de quatro horas.

Ao optar pela depilação a laser, o ideal é evitar a exposição ao sol por um período de três semanas antes de começar o tratamento. A exposição solar também deve ser evitada após a sessão de depilação.

A depilação a laser pode ser feita por mulheres de todos os tipos de pele já que os aparelhos mais modernos utilizados no tratamento permitem a regulagem de intensidade da luz emitida garantindo que as peles negras e morenas não fiquem manchadas.

O tratamento de depilação a laser costuma ser feito em seis sessões, com intervalo de um mês entre cada uma delas. Mas na primeira sessão já é possível ver um resultado parcial significativo.

– FOTODEPILAÇÃO

Já a fotodepilação é outro tratamento de depilação definitiva, feito com luz pulsada e que também age na melanina do pelo, assim como a depilação a laser.

Na fotodepilação, o equipamento emite uma luz pulsada que destrói as células de crescimento do pelo. Isso acontece porque a melanina atua como uma condutora do calor da luz, queimando as células. Os pelos só voltam a nascer quando essas células se regeneram, o que varia de pessoa para pessoa.

Embora seja indolor, mais rápida e mais barata, essa técnica não é indicada para pessoas bronzeadas ou negras ou para quem tem pelos muito finos ou muito claros.

Após a sessão de fotodepilação é importante suspender atividades que aumentem a temperatura do corpo por até 48 horas, além de ser importante não tomar sol nem 15 dias antes e nem 15 dias depois do tratamento.

Dependendo da quantidade de pelos e da taxa de crescimento, pode ser necessária uma manutenção mensal ou uma manutenção anual. Além disso, são necessárias de seis a oito semanas para completar o tratamento de depilação definitiva.

A depilação definitiva é a solução ideal para quem quer se ver livre de pelos sem precisar ficar sofrendo periodicamente para se depilar. Entre a depilação a laser e a fotodepilação, escolha qual o método de depilação definitiva é o melhor para você e veja-se livre dos pelos.

Comente!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!