Tetraciclina para Acne é Bom? Como Tomar e Como Funciona!

Publicidade

A acne é um problema recorrente e que atinge um grande número de pessoas em todo o mundo, sendo mais comum em adolescentes. É um tipo de dermatose crônica caracterizada por lesões de caráter inflamatório e que se dão principalmente no rosto. A acne, conhecida popularmente por espinha, é uma doença que atinge os folículos sebáceos da pele e tem origem em uma grande gama de fatores, que podem variar de pessoa para pessoa, como origem genética, disfunção hormonal, oleosidade em excesso ou também pelo aumento do número de parasitas do gênero Propionibacterium acnes. Em todos os casos, no entanto, a acne pode ser um problema muito desagradável por afetar a questão estética e causar desconforto e descontentamento com a aparência.

A acne é classificada geralmente em dois grupos: a acne vulgar ou primária e a acne escoriada ou secundária. O primeiro quadro é exemplificada pela acne mais comuns aos grupos de adolescentes ou jovens adultos em que questões genéticas criam predisposição à inflamação dos poros, sendo desencadeada pela intensa produção hormonal na puberdade. Já a acne secundária ou escoriada é causa por fatores externos específicos, como o sol ou utilização de corticoides e cortiesteroides, desencadeando a reação. O público masculino geralmente é mais atingido pela acne, mas as mulheres também estão sujeitas à doença.

Um dos medicamentos mais utilizados e recomendados para o combate da acne é a tetraciclina, composto químico bastante competente no tratamento da acne e que costuma ser a primeira indicação médica para os casos de acne secundária. A tetraciclina utilizada em forma oral não causa alteração na produção sebácea da pele, mas sim trabalha reduzindo a concentração de ácidos graxos livres na pele, que são os compostos que causam a irritação da pele e também aumentam a produção do chamado ácido graxo esterificado, que reduz os quadros inflamatórios. Sua posologia pode variar de 250mg a 1000mg diários, com redução progressiva e que deve ser acompanhada por médico dermatologista. O medicamento apresenta efeito a médio prazo, levando algumas semanas para que os efeitos sejam visíveis a olho nu. A melhor forma de ingestão da tetraciclina é em jejum, o que potencializa sua absorção.

Os principais efeitos colaterais da utilização da tetraciclina no tratamento da acne são a fototoxidade, sensibilidade estomacal ou intestinal e reações alérgicas. A fototoxidade é uma condição que deixa a pele mais sensível à luz, podendo resultar em queimaduras solares caso esta seja exposta à luz direta durante o período de tratamento. Também é notada sensibilidade no estomago e no intestino, que pode ser causada pelo composto ou pelas reações deste ao corpo. As reações alérgicas são raras, mas também podem ocorrer. Sintomas como dor de cabeça severa e intermitente também podem ocorrer e devem ser sempre reportadas ao médico responsável, para que este possa buscar um ajuste da formulação e dosagem ou mesmo suspensão e troca do medicamento por outro.

Leia sobre medicamentos para acne e bepantol contra acne!

Existe o questionamento bastante frequente sobre o funcionamento ou não da tetraciclina no tratamento da acne, principalmente entre o público leigo. Como todo medicamento antibiótico, a resposta nem sempre é exata, pois depende da aceitação do organismo ao composto. Também é recomendada a utilização de tratamentos tópicos em conjunto com a tetraciclina para melhores resultados. É importante ressaltar que todo tratamento com medicamentos deve ser feito com acompanhamento de um médico.

3 Comments

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!