Dicas de Como Tirar Estrias Vermelhas, Brancas e Roxas

Publicidade

Conheça as alternativas disponíveis para tirar as estrias

É praticamente impossível achar uma mulher que não tenha pelo menos uma estria em alguma parte do corpo. Apesar disso, as marcas de estrias ainda são um problema para muitas pessoas que procuram incessantemente uma solução para o problema e uma forma de tirá-las do corpo.

Se você sofre com esse problema, não precisa se desesperar: na maioria dos casos tem solução e mesmo que não haja a remoção completa das estrias é possível melhorar significativamente o seu aspecto. Aprenda como tirar estrias e livre-se de uma vez por todas desse problema.

O que são estrias?

Quando a pele sofre um estiramento além do que ela consegue suportar há um rompimento das fibras colágenas e elásticas, formando as estrias. As estrias tem um aspecto linear e geralmente paralelo, com um aspecto de cicatriz e coloração diferente da área ao redor. Podem ser desde estrias menores até estrias que chegam a ter 30 centímetros de comprimento.

São mais comuns em mulheres do que em homens e geralmente aparecem nas áreas da barriga, braços, coxas e nádegas.

Estrias vermelhas

As estrias vermelhas possuem esse aspecto por causa do rompimento de vasos sanguíneos da área, sendo mais recentes e, portanto, mais fáceis de serem tratadas. Geralmente possuem um relevo enrugado na pele.

A partir do momento em que aparecem quanto mais cedo as estrias vermelhas forem tratadas, maior a chance de um resultado satisfatório. Por serem mais recentes, a região da pele com a estria avermelhada ainda possui uma determinada capacidade de regeneração, permitindo que o tratamento antiestria seja mais eficaz.

Estrias esbranquiçadas

Já estria esbranquiçada é uma lesão mais antiga e possui esse aspecto e coloração porque a melanina já não é mais produzida na área em questão. Por causa disso, a capacidade de regeneração da pele é bastante pequena.

Além disso, as estrias esbranquiçadas, diferentemente das vermelhas, apresentam uma perda de espessura na pele, formando pequenas cavidades e depressões e, portanto, dando um aspecto de cicatriz.

Como tirar estrias

Uma vez que a fibra é rompida, ainda não é possível recuperar a pele de modo completo e retirar as estrias de maneira completa. Dessa forma, mesmo as estrias avermelhadas não podem ser eliminadas por completo, mas tanto no caso dessas quanto das esbranquiçadas é possível melhorar o aspecto, conseguindo-se, muitas vezes, que as marcas fiquem praticamente imperceptíveis.

– Cremes cicatrizantes

Se sua estria está em um estágio inicial, tendo aparecido recentemente e ainda avermelhadas, você pode lançar mão de cremes cicatrizantes, como o Cicatricure, para regenerar a pele e melhorar o aspecto.

Aplique um pouco de pomada cicatrizante na área da estria fazendo leve pressão e movimentos de vai e vem ao longo de toda a extensão da estria até que a pele absorva o produto. Repita esse procedimento uma vez por dia, diariamente, até que o aspecto melhore.

Você também pode escolher utilizar cremes próprios para o tratamento contra estrias para ter melhores resultados.

– Peeling

O peeling químico para estrias consiste em aplicar um ácido, como o ácido retinóico, na área das estrias de modo a promover uma melhora na produção de colágeno, uma reorganização das fibras elásticas e uma diminuição do aspecto da estria. O ácido deve ficar na pele por algumas horas antes do tratamento e devem ser tomados alguns cuidados, como não se expor ao sol.

Resultados ainda melhores são obtidos ao combinar o peeling químico com peeling abrasivo, como o de diamante, promovendo uma esfoliação na pele e melhor absorção do produto. Esse tipo de dermoabrasão é indicado para estrias mais esbranquiçadas e profundas.

– Laser

O laser, por sua vez, é uma das opções mais eficazes, sendo indicado tanto para estrias avermelhadas quanto para as esbranquiçadas. O tratamento consiste em atingir a área com estria e a área ao redor com disparos de laser.

Nas estrias esbranquiçadas, os raios de laser estimulam a reconstrução das fibras elásticas e a produção de colágeno. Já nas estrias avermelhadas, o laser fecha os vasos sanguíneos e estimula a produção de colágeno, dando um aspecto recuperado e natural à pele.

– Radiofrequência fracionada

A radiofreqüência fracionada é o que existe de mais moderno no tratamento de estrias e, até o momento, mais eficaz, também. Nesse tratamento ocorre um aquecimento controlado, em nível mais profundo, do local onde estão as estrias e que é causado pela energia liberada pelo aparelho.

Dessa forma, o colágeno reage com o calor e a pele começa a se contrair, de modo a melhorar o aspecto da estria, aproximando suas bordas. Também melhora o relevo das estrias e faz com que a pele fique mais firme. Além disso, as fibras de colágeno são estimuladas, aumentando sua produção. Entretanto a aplicação pode gerar algum desconforto, além de ser contra-indicado para gestantes.

Mesmo que não seja possível tirar estrias por completo é possível melhorar seu aspecto e aparência, tornando-as quase imperceptíveis. Escolha um tratamento e comece a ver os resultados aparecendo.

O que você achou das dicas para tirar estrias vermelhas, brancas e roxas? Comente!

26 Comments

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!