Como Fazer Óleo de Massagem Natural e Caseiro Passo a Passo

Publicidade

Ainda que existam bons óleos de massagem em lojas de cosméticos, farmácias e bazares, você pode fazer o seu próprio óleo, economizando dinheiro e personalizando o seu óleo com os seus gostos. Neste guia, você vai aprender o passo a passo de como fazer o seu próprio óleo de massagem, passando por todas as etapas. Também vamos sugerir algumas receitas que testamos e curtimos.

solução contra celulites

Quando se trata de fazer o seu óleo, o seu gosto é o principal critério de escolha na hora de selecionar o aroma. Assim sendo, pode ser que você não goste de alguns dos aromas apresentados aqui. Mas tenho certeza que muitos deles vão te agradar. Antes de fazer um mix de óleos, teste misturar duas gotinhas de cada um para sentir qual vai ser o aroma final resultante da mistura. Testa é sempre imprescindível para este tipo de artesanato.

como tratar em casa

Quando for misturar os óleos, vá com calma. Não é interessante misturar tudo de uma vez. O ideal é ir misturando aos poucos, com carinho. Assim você vai experimentando a textura, aroma, etc. até que encontre o seu óleo caseiro perfeito. Lembre-se sempre de, ao fazer seus experimentos artesanais, anotar a quantidade que você vai adicionar de cada óleo e a ordem com que você misturou-os, assim você pode replicá-los futuramente exatamente como a receita experimental.

tratamento da celulite

Deixe sempre um espaço na embalagem utilizada para armazenar os óleos. Assim, você deixa-os respirar. Outra dica é utilizar materiais feitos de cerâmica ou vidro para não contaminar o seu óleo com químicos e tóxicos presentes em plásticos e outros materiais. Você encontra frascos prontos para a produção dos seus óleos a venda em lojas virtuais.

Por fim, a nossa dica introdutória é misturar os óleos com delicadeza. Os óleos essenciais são ricos em compostos orgânicos que podem sofrer danos caso você misture e agite com muita agressividade. Tenha sempre uma mão suave nas receitas abaixo descritas.

Essências Populares

Segue alguns dos óleos mais utilizados na produção de óleos de massagem caseiros para você tomar como matéria prima em suas criações:

  • Óleo de amêndoa: eis um excelente óleo para adicionar um cheirinho de nozes a sua mistura, deixando-o com o aroma mais tostado. Além disso, o óleo de amêndoa é rico em ácido oleico, que auxilia na redução dos níveis de colesterol.
  • Óleo de coco: vai dar um toque docinho a sua mistura. Além disso, ele é composto majoritariamente de ácido láurico, uma das melhores substâncias que você pode aplicar na sua pele.
  • Óleo de uva: eis outra boa pedida para dar um aroma doce a sua mistura. Em termos nutritivos, ele é rico em ácido linoleico, que é responsável pela renovação celular.
  • Óleo de jojoba: outra opção para adicionar cheirinho de nozes ao seu óleo de massagens. Todavia, este óleo tem uma oxidação mais rápida, o que indica que o prazo de validade do seu óleo caseiro vai ser menor.
  • Azeite: sim, até mesmo o azeite que você tem na sua cozinha pode ser utilizado em uma mistura.

aparição de varizes

Óleos Essenciais

A nota de topo da sua mistura pode ser alguns dos chamados óleos voláteis, que são de evaporação rápida, penetrando com mais agilidade na pele quando utilizados na massagem. As nossas sugestões são o óleo de limão, o óleo de hortelã, o óleo de eucalipto e o óleo de manjericão.

A nota mediana, ou nota do meio, deve ser um óleo não tão leve e nem tão pesado, com um aroma mais sutil, mas de fragrância mais forte. As nossas sugestões são o óleo de sálvia, o óleo de semente de anis, o óleo de tomilho e o óleo de manjerona.

Por fim, a base, que vai dar a liga e unir as notas de topo com as notas medianas, devem ter um aroma mais resiliente. Recomendamos o óleo de sândalo e o óleo de mirra.

dicas gerais

Cuidados e Precauções

Você pode ter alguma alergia a algum tipo de óleo. Portanto, o mais seguro é testar antes aplicando algumas gotinhas do óleo que você pensa em utilizar em uma mistura na sua pele e observar as prováveis reações. Espere por alguns minutos e observe se há alguma vermelhidão ou inchaço no local onde você aplicou. Caso a resposta seja positiva, lave bem com água e sabonete sem sulfato. Antes de enxaguar, tenha certeza que removeu todo o óleo. E então você já sabe quais óleos tem alergia e não deve utilizar.

Outra precaução é caso você seja gestante, pois boa parte de óleos essenciais podem ter efeitos negativos para uma mulher grávida. Antes de utilizar um óleo, consulte o seu médico.

Um dos cuidados que deve-se tomar ao utilizar um óleo de massagem é aplicar um filtro soltar depois de utilizá-lo caso vá expor a sua pele ao sol. Isso porque boa parte desses óleos podem aumentar a sensibilidade da sua pele.

O que você achou das nossas dicas? Comente abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest