Tipos de Peeling: Laser, Químico, Físico, Mecânico

Publicidade

Cuidar da pele é muito importante para manter uma aparência jovem e também ajudar na melhoria da saúde como um todo. Os tratamentos estéticos ajudam em diversos aspectos físicos e podem lhe auxiliar a ter mais bem-estar.

para rejuvenescer

Neste artigo, estaremos mostrando os diversos tipos de peeling e os benefícios de cada um. Se quiser conhecer mais sobre este assunto, leia também os artigos o que é peeling e como tratar espinhas.

Quais os tipos de peeling?

Manter a pele saudável é muito importante e com o passar dos anos diversos problemas podem acontecer como o aumento das rugas, manchas causadas pelo sol, além, é claro, do envelhecimento natural do corpo.

diferentes tipos

Antes de se escolher o melhor tipo de peeling, é fundamental realizar uma avaliação prévia com algum especialista, por exemplo um médico cirurgião plástico ou dermatologista, de maneira a se identificar os tipos de problemas cutâneos e qual a melhor combinação de tratamento para cada caso.

para todos os gostos

Os tipos de peeling são, normalmente, divididos em três categorias, como veremos a seguir:

Peeling químico:

O peeling químico é realizado com a aplicação de alguns tipos de ácidos (lático, mandélico, salicílico, glicólico, retinoico), que ajudam na renovação celular, eliminando manchas e marcas na pele, devido ao baixo pH dos produtos aplicados.

Este tipo de peeling deixa a pele mais sensível e requer alguns cuidados diários como a não exposição ao sol e a utilização de filtros que protejam a superfície da pele durante o tratamento.

O tratamento realizado com o peeling químico varia de acordo com o tipo de agente, a concentração e o pH do mesmo, o número de camadas aplicadas, o tempo e a técnica de aplicação, entre outros fatores, devendo ser indicado somente por um especialista no assunto, já que pode criar problemas se não for corretamente realizado.

Este tipo de peeling é indicado para os casos mais graves e de maior dificuldade de renovação celular, porém não deve ser utilizado em caso de infecções cutâneas, doenças do tecido conjuntivo, em gestantes ou pessoas com algum tipo de alergia às substâncias utilizadas;

físico ou mecânico

Peeling físico ou mecânico:

O peeling físico utiliza algum agente abrasivo, sendo um processo de microdermoabrasão não invasivo e sem a utilização de substâncias químicas, que realiza uma pequena esfoliação na pele, ajudando na retirada das células mortas, promovendo a renovação celular, atenuando as rugas, manchas e deixando a pele mais fina e saudável.

Nesta categoria, temos, por exemplo, o peeling de cristal que utiliza jatos de microcristais de sílica e óxido de alumínio, entre outros. Este processo é mais lento do que o peeling químico, mas pode ser feito por qualquer pessoa, inclusive com a utilização de produtos caseiros que ajudem a esfoliar a pele;

a laser

Peeling a laser:

O peeling a laser utiliza pequenos feixes localizados de luz que ajudam na redução de manchas, cicatrizes, marcas e até mesmo de poros dilatados. No artigo peeling a laser, você encontrará todas as dicas e benefícios deste tipo de peeling;

Conclusão

O diversos tipos de peeling podem ajudar a deixar a pele mais bonita e saudável, sendo recomendado para cada problema específico e também devendo ser realizado com o acompanhamento de um especialista na área.
Continue conosco nos próximos artigos e deixe aqui seus comentários ou dúvidas. Até mais.

Comente!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!