Dieta do Tipo Sanguíneo A, AB Positivo, A Negativo

Publicidade

Dentre tantas dietas que aparecem costumamos ficar em dúvidas se elas funcionam mesmo. Há pessoas que também pensam em tentar sem nem pensar se elas são verdade ou não. Por esses dois motivos eu vou explicar como funciona a dieta do tipo sanguíneo caso você queira tentar e também vou contar o que se diz sobre a sua eficiência ou não.

Dieta do Tipo Sanguíneo

A promessa da Dieta do Tipo Sanguíneo é descobrir qual é o seu tipo e escolher através dele a dieta adequada para você perca uma determinada quantidade de quilos.

para cada pessoa especialidades biológicas as dietas mais diferentes

Qual o seu tipo sanguíneo? O, A, B ou AB?

De acordo com o seu tipo sanguíneo, você pode ir moldando o cardápio para escolher os alimentos diários que combinam com o seu organismo e funcionamento dele. Além de reduzir o peso pode combater processos inflamatórios que acabam por reter líquidos, causar inchaço e fazer as gorduras aparecerem. Outra informação sobre a Dieta do Tipo Sanguíneo é que as escolhas alimentares de acordo com seu perfil biológico podem favorecer o ritmo do seu metabolismo e acelerar o emagrecimento.

o que você pode comer

Não é uma novidade. Em 1996 um best-seller escrito por um americano chamado Peter Dadamo com o título de A Dieta do Tipo Sanguíneo percorreu vários idiomas. Ele diz que seguir um cardápio personalizado reequilibra o organismo ajudando-o a funcionar melhor.

tire suas dúvidas nos comentários

Para facilitar a dieta, os alimentos são divididos em três categorias:

  • Benéficos: são alimentos protetores (capazes de prevenir e tratar doenças, assim como favorecer a perda de peso) e, portanto, necessários ao organismo diariamente.
  • Neutros: – agem apenas como alimento (não fazem bem nem mal) e, portanto, podem ser consumidos com frequência ou não.
  • Nocivos: devem ser cortados do cardápio, pois mexem com o equilibro do organismo, provocando diminuição no ritmo do metabolismo e aumento do peso, além de enxaqueca, má digestão e alterações na produção da insulina – hormônio que, em excesso, contribui para os estoques de gordura.

Sobre as calorias nem precisa pensar nelas porque basta consumir porções moderadas. Comer de três em três horas também é essencial para manter o metabolismo acelerado.

Na internet podem ser encontradas tabelas com listas e opções de cardápios de alimentos para cada tipo sanguíneo.

Por exemplo, a uma pessoa do tipo AB indica-se alimentos como carne de carneiro, atum, ricota, farinha de centeio e uva. Já a carne bovina, a banana e o leite integral são nocivos às pessoas com este tipo de sangue.

Dieta do Tipo Sanguíneo

Para o tipo O, o ideal é consumir carne bovina, salmão, ameixa e figo. Não são bem-vindos aveia, derivados do leite e carne de porco.

As recomendações para o tipo B são carne de coelho e de peru, além de bacalhau, linguado, leite desnatado, arroz, aveia, batata e bastante azeite de oliva. Este tipo deve evitar frango, camarão, queijo fundido, caqui, tomate e milho, por exemplo.

como emagrecer

Por fim, o tipo A pode comer carne de avestruz, truta, salmão, queijo de soja, cebola, cenoura, amora, damasco, abacaxi. Deve evitar carne de boi, camarão, creme de leite, banana, repolho e pão integral.

Dieta do Tipo Sanguíneo é Falsa?

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Toronto, no Canadá mostrou que a dieta não é válida porque não foram encontradas evidências que apoiem essa teoria. O modo de um individuo reagir a qualquer dieta não tem relação com o seu tipo de sangue e sim com a sua capacidade de manter uma alimentação vegetariana ou pobre em carboidratos.

Dieta do Tipo Sanguíneo

Tem gente que busca o milagre do emagrecimento. E os argumentos dessas dietas famosas, como a do tipo sanguíneo, Beverly Hills, são inteligentes e conquistam essas pessoas. Mas sabemos que o que funciona mesmo é uma dieta em que se coma menos calorias do que se gasta. Este estudo é interessante porque prova que esta dieta do tipo sanguíneo é uma bobagem, sem fundamento. – é o que afirma o endocrinologista Alfredo Halpern, professor de Endocrinologia da Universidade de São Paulo (USP) em uma matéria publicada em http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/estudo-derruba-teoria-da-dieta-do-tipo-sanguineo-11369195#ixzz3beOJLDhJ.

você talvez possa comer

Por conta da escolha dos alimentos na tabela dos tipos sanguíneos há a opção de escolher os melhores alimentos para cada pessoa e também retirar os que podem engordar. O estudo desmistifica a relação do tipo sanguíneo com a dieta. Então cabe a cada pessoa a escolha de adota-la ou não.

Você tem alguma dúvida sobre a dieta do tipo sanguíneo? Comente!

2 Comments

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!